Boucing Pink Bow Tie Ribbon Letras Gregas: Março 2015 Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Resenha: Divergente - Veronica Roth

Reações: 
2 comentários

Título: Divergente
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Nº de páginas: 504
ISBN: 9788579801310







Para ver este livro no SKOOB click aqui: Divergente






Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive. [skoob]

Resenha: O livro tem uma narrativa rápida e envolvente, as descrições são bem feitas e sem enrolação, a história tem os elementos de sempre, distopias, romance, ação, fuga, etc, mas trabalhados de uma forma bem amarrada, apesar do livro ter 504 paginas a leitura prende, causando um suspense constante durante a narrativa, queremos e ficamos empolgados com a história, e o livro termina de forma inesperada. 
O final tem um clímax um pouco mais lento, com descrições mais longas, que pode, para alguns, ser mais maçante, ainda assim é muito gostoso o livro.
A personagem principal é um pouco clichê, e tem muito do que já vimos nas distopias, mas não chega a ser muito irritante. O personagem masculino principal é o Four - Quatro- até que interessante, eu gostei dele, misterioso, arrogante e ignorante... As vezes até bem mal educado, mas ainda assim tudo bem, mas não é meu personagem masculino favorito.
Os personagens secundários, aparecem bastante, mas este primeiro livro apesar de ter um começo com um foco social, descrevendo esse novo mundo e como as pessoas vivem e quais são as regras por lá, no decorrer do livro o centro da narrativa fica mais na personagem e seus problemas pessoais, e quase indiferente ao mundo lá fora; muito contrario, na minha opinião, a série jogos vorazes, que trabalha muito com o instinto de sobrevivência e a exploração disso na mídia, consequência, e o lucro da politica na mídia de alienação. 
O livro é bom, foi uma leitura divertida, e tenho grande interesse de acompanhar a série.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Letras Gregas Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei